RÁDIO COXIXOLA WEB

domingo, 17 de dezembro de 2017

CONFRATERNIZAÇÃO DOS PRODUTORES DE LEITE DE CABRA DE COXIXOLA 2017

OCORREU ONTEM (16/12/17) E SEXTA (15/12/17) A CONFRATERNIZAÇÃO DOS PRODUTORES ASSOCIADOS A ACCOCOX DE COXIXOLA, CULMINADO COM O 11º TROFÉU PEDRO MARTINS.

O inicio das Festividades foi com um jantas para familiares e amigos dos Produtores, onde todos poderam ver o tamanho da família que se tornou esta associação.


 Agradecer a Drº Mário e Dona Selma por cederem sua casa para a acolhida....
O sábado foi churrasco o dia todo, culminando com o 11º Trofeu Pedro Martins de Leite de Cabra...

>>>>>> MAIS FOTOS BASTA CLICAR AQUI! <<<<<
Agradecer a Wilson, Bebina e Jailson Martins pelo empenho para que o evento venha a ocorrer...Parabéns ao Presidente da ACCOCOX Raul Aprígio, que vem conduzindo com maestria a referida associação. e que venha 2018...

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

V FESTIVAL DE ARTE E CULTURA EM COXIXOLA - PB 2017

No último final de semana (08 e 09/12/2017), ocorreu a comemoração dos 70 anos da Musica Asa Branca, de Luiz Gonzaga, foi o Festival de Arte e Cultura em Coxixola, este ano reduzido em número de dias, mas grande nas atrações e atividades desenvolvidas e o envolvimento com a comunidade, além das cidades vizinhas...

No inicio a Oficina de Contação de Histórias " O Voo da Asa Branca".
 Na primeira noite foi Recheada de  grande apresentações



No encerramento desta primeira noite o Grupo 7 Bocas de Luz com música e poesia, mostrando de que se nutre o nordestino, para depois ser "antes de tudo um forte"...

No segundo dia, sem descanso e empolgados, a oficina de Xilografura...

A noite iniciou tudo com uma roda de Capoeira para Esquentar

Depois foi a Fez dos novos Violonistas de Coxixola mostrarem o que estão aprendendo...
Seguindo noite a dentro, vem a vez e som das sanfonas de Coxixola...
Com alunos de várias cidades, como Parari, São José dos Cordeiros e Serra Branca continuaram com as sanfonas...

Até uma pequena Parada para uma Bela apresentação do Teatro 7 Estrelas, daqui mesmo de Coxixola, com o espetáculo Samarica Parteira...

Encenado o forro ficou a vontade, apresentou os outros alunos das cidades vizinha e continuou noite a dentro...


Quando foi a vez do Mestre Civaldo e o forró da Rapadura
Depois de Animar a turma durante quase 3 horas, o forró deu um descanso e entrou os Acordes Cabeça de Candieiro Encantado...

UMA PARTE DOS "CULTURAS" QUE REALIZARAM ESTE EVENTO...

domingo, 19 de novembro de 2017

COMO FOI O 1º PEDALA COXIXOLA 2017

Com uma Realização do ROTARY CLUB SATELITE CARIRI SERRA BRANCA – COXIXOLA, mais de 60 ciclistas das cidades de Coxixola, Serra Branca, Camalaú e Congo, percorreram as ruas da cidade de Coxixola e sua zona rural, em um percurso dividido em três categorias, totalizando 16Km.
Foi uma forma de interagir com os jovens e praticar um ato saudável ao Corpo e ao espirito.
Queremos agradece a todos e todas que direta ou indiretamente contribuíram para a realização do evento, que ficou com gostinho de quero mais, e diante da solicitação dos participantes, estaremos nos reunindo para avaliar as falhas e ver como resolver, para o próximo estamos mais organizados.
Nos do Rotary Club de Coxixola agradecemos a Prefeitura Municipal através da Secretária de Saúde com o apoio, A casa de Material de construção Ramos, a quitando de frutas do Jorginho, ao Vice-Prefeito Nanam, ao Vereador Robério e Valmir, Junior Perninha.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Pesquisadores desenvolvem equipamento que substitui gás de cozinha por biogás de esterco, na PB

Equipamento pode fazer homem do campo substituir gás de cozinha por biogás gerado com esterco.

Uma Reportagem do G1 PB
23/07/2017 13h45 Atualizado há 19 horas
Pesquisadores da UFCG apresentaram projeto que viabiliza o biogás com esterco na PEC-Nordeste, em Fortaleza (Foto: Nilton Silva/Arquivo Pessoal) 
Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) desenvolveu um equipamento que permite purificar e pressurizar biogás para armazenamento na zona rural. A ideia foi apresentada em um seminário realizado no Ceará este ano. O equipamento permite que biogás de esterco seja armazenado para gerar uma chama como a gerada pelo gás de cozinha.
O equipamento que eles criaram e patentearam foi feito a partir de um compressor de geladeira adaptado. De acordo com o professor Nilton Silva, a vantagem é que o equipamento vai permitir que os pequenos agricultores consigam armazenar o biogás gerado com baixo custo, sendo ainda uama fonte de energia renovável.
“O biogás é feito com a matéria orgânica que o agricultor, pecuarista, produtor rural tem no campo. A matéria seria o esterco, o resto de alimentos, o bagaço de cana, tudo que sobra de orgânico. Para a geração do biogás Já existe um sistema de geração, que no caso é o biodigestor. Mas a pressão de biogás que o biodigestor gera não é tão forte. Com esse equipamento que criamos, o agricultor vai pode pressurizar o gás em um cilindro de 20 litros e usar o biogás como um gás de cozinha”, disse Nilson Silva.
Diagrama mostra projeto e instalação da unidade rural de produção de bioenergia (Foto: Divulgação/Nilton Silva) 
Para explicar o ganho gerado com a nova tecnologia, o professor Nilson Silva usa o exemplo do gado. “Um boi de porte médio gera cerca de 10 kg de esterco por dia. Quem cria 50 animais vai ter uma média diária de 500 kg de esterco. No esterco 86% é água, mas o resto é material orgânico. Gerando biogás com esses 500 kg de esterco por dia e usando o equipamento que criamos, o produtor rural vai ter uma energia equivalente a sete botijões de gás de cozinha, por mês”, disse.
Depois de apresentar o projeto no seminário, os pesquisadores descobriram que ainda não existia nenhum equipamento que fizesse isso. Eles então patentearam a ideia. Natural da cidade de Coxixola, no Cariri paraibano, o professor Nilton Silva destaca que a ideia começou a ser pensada com o objetivo de ajudar os pequenos produtores rurais.
“Eu tenho uma relação de experiência e sentimento com o semiárido, por ser do Cariri. Nossa intenção é fazer com que o homem do campo tenha acesso a esse equipamento. Inclusive, só iremos fornecer o projeto se a empresa que for fabricar o compressor se comprometa em oferecer um produto acessível aos pequenos agricultores”, afirmou.

PEC-Nordeste

O tema da feira no 21º Seminário Nordestino de Pecuária (PEC-Nordeste), realizado em Fortaleza, no Ceará foi “A água e o semiárido: uma nova postura”, e os servidores da UFCG foram ao evento a convite do coordenador do seminário, André Siqueira, com o intuito de apresentar alternativas para o tratamento de resíduos de cadeias produtivas da pecuária no semiárido.
Os inventores atuam no Peasa da UFCG e têm como motivação o desenvolvimento de tecnologias adaptadas para o homem do campo, principalmente, na região do semiárido brasileiro. A tecnologia com patente depositada pela UFCG atende ao problema de distribuição e armazenamento de biogás para biodigestores de pequeno e médio porte, melhorando o uso do biogás como combustível.

Disponível em: http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/pesquisadores-desenvolvem-equipamento-que-substitui-gas-de-cozinha-por-biogas-de-esterco-na-pb.ghtml